5 dicas sobre como evitar ChargeBack

0
244

Um dos maiores medos para quem tem um e-commerce é sem dúvida o famoso CHARGEBACK, termo utilizado para uma compra que não é reconhecida pelo titular do cartão de crédito e que acaba cancelando a compra.

Poucos lojistas sabem, mas em uma venda on-line que não utiliza intermediadores como Pagseguro, Mercadopago, etc, o risco da compra é totalmente do lojista e acreditem, o número de compras que são canceladas diariamente é imensa, portanto, se você ainda não passou por isso, tome todas as precauções antes que ela ocorra.

PORQUE O CHARGEBACK OCORRE?

Existem vários motivos pelo qual o titular contesta uma compra, como por exemplo o não reconhecimento em razão do nome que aparece no extrato ser diferente do nome da loja onde ele comprou, o uso do cartão de forma indevida por familiares (neto que pegou o cartão do avô), tentativa de fraude, valor cobrado diferente do valor apresentado no site, entre outros. Veja abaixo as formas de evitá-los:

VERIFIQUE O NOME QUE APARECE NO EXTRATO

Uma das causas mais comuns do chargeback é justamente o fato do titular do cartão não reconhecer o nome do estabelecimento que aparece no extrato do cartão de crédito. Muitas vezes compramos produtos em lojas conhecidas por exemplo como CELULARESBARATOS.COM, mas no extrato a compra aparece como M.J.S eletrônicos, causando dúvida ao comprador, que irá contatar seu banco e contestar a compra.
A melhor solução para isso é entrar em contato com sua operadora e identificar quais as maneiras possíveis para que seja exibido no extrato do cliente, o nome pelo qual o seu site é conhecido, e não a razão social.

UTILIZE UMA FERRAMENTA DE ANÁLISE DE RISCO

Muitos lojistas não sabem, mas é possível ter uma análise de risco da compra, mesmo sem fazer uso de intermediadores. A CLEARSALE é uma empresa especializada neste tipo de análise e que através de uma série de informações da compra, cruzada com uma base de informações própria, consegue identificar uma possível fraude e até mesmo lhe oferecer garantia de pagamento, caso essa compra seja contestada pelo titular, mas é fundamental que sua plataforma de e-commerce possua integração com esses sistemas. A plataforma de e-commerce da Iphouse já é 100% integrada a CLEARSALE e com apenas 1 clique é possível analisar todo o risco da compra

ENVIE SEU PRODUTO UTILIZANDO M.P (MÃO PRÓPRIA) DOS CORREIOS

Sempre que uma contestação ocorrer, você será acionado para argumentar sobre essa contestação, mas acredite, exceto se você tiver como comprovar que realmente a compra foi feita pelo titular e que ele recebeu este produto, dificilmente você verá seu produto e principalmente, o seu dinheiro novamente.

Os correios possuem um serviço adicional chamado de MP (Mão própria) que só faz a entrega do produto para o destinatário e isso pode ajudar muito durante uma contestação pois você terá uma assinatura de quem fez a compra em sua loja virtual.

SOLICITE DOCUMENTOS ADICIONAIS

De nada adianta você ter uma assinatura do comprador, se o comprador não é o titular do cartão, portanto fique ligado a quem comprou e quem é o titular do cartão. Se por acaso o titular não for quem fez a compra, você pode estar correndo o risco de enviar o produto para outra pessoa. Se este for o caso é interessante solicitar uma documentação adicional como cópia digital do R.G e comprovante de endereço do titular antes do envio.

PROCURE UTILIZAR INTERMEDIADORES COMO MERCADOPAGO, PAGSEGURO, ETC.

Muito provavelmente todos que iniciam no e-commerce acabam utilizando algum intermediador como Pagseguro, Mercadopago, Moip, Paypal, entre outros, mas após aumenta o volume de vendas, as “pequenas” taxas cobradas acabam pesando e muitos buscam por soluções sem intermediadores, mas se esquecem que eles cobram essas taxas justamente porque assumem alguns riscos, como por exemplo a garantia de pagamento em caso de estorno.
Para muitos pequenos lojistas é inviável disponibilizar um profissional que possa realizar o processo de análise de risco, solicitar documentos, etc.. E por isso o uso de intermediadores pode ser extremamente eficiente.
Nossa plataforma de e-commerce possui integração completa com Pagseguro, MercadoPago, Moip, Bcash, Paypal, para que você possa vender por esses intermediadores em poucos instantes.

Esperamos que com essas dicas você possa evitar grande parte dos problemas em seu e-commerce

Boas vendas !

Deixei um comentário

Favor digitar seu comentário
Por favor informe seu nome