O que é e-commerce? Guia para Iniciante em vendas On-line

0
310
O que é ecommerce ?

O que é e-commerce?

Mesmo sendo algo muito comentado e conhecido na mídia e principalmente na internet, ainda se escutam pessoas perguntando “o e-commerce o que é?”. Vamos abordar nesse post algumas características de um e-commerce e identificar seus vários tipos, e esperamos que algumas dúvidas possam ser esclarecidas com esse texto.

Veja também: Como montar uma loja virtual

O que é e-commerce e para que serve?

E-commerce em português significa comércio eletrônico, é uma modalidade de comércio que realiza suas transações financeiras por meio de dispositivos e plataformas eletrônicas, como computadores e celulares.

No início, o e-commerce era utilizado basicamente para vender bens tangíveis com valores modestos, como: livros e CDs. Hoje o e-commerce tem significado um grande avanço no meio comercial pois ele é utilizado para comercializar desde produtos de luxo que custam milhões, como: iates, carros e mansões, até produtos que há pouco tempo eram inimagináveis pela sua incompatibilidade com este tipo de comércio, como perfumes e alimentos.

Sobre o e-commerce, o que é ainda uma novidade para muitos, são os vários tipos existentes, como veremos mais adiante nesse post, mas o mais conhecido e que nos deixa entender o que é e-commerce na pratica, são as lojas virtuais. Para criar uma loja virtual é necessário mais do que simplesmente escolher um nome e produtos para vender, você precisará escolher também uma plataforma para a loja virtual. Com isso pode surgir mais uma dúvida, que veremos a seguir.

Veja também: Comprar loja virtual pronta, vale a pena ?

E a plataforma de e-commerce, como funciona?

o que é e-commerce
Painel administrativo da Plataforma de e-commerce IPCOMMERCE7 produzida pela Iphouse

A plataforma e-commerce disponibiliza além do seu site que é visto e visitado pelo cliente, uma base administradora, onde você trabalha cadastrando produtos, analisando os pedidos dos seus clientes e muitos outros serviços que refletem diretamente no seu site. Por trás de uma linda loja virtual existem também conjunto de bancos de dados, sistemas e servidores unidos a essa plataforma que auxiliam o lojistas a:

  • Automatizar o processo de vendas, tornando dispensável a existência do vendedor como hoje conhecemos. O vendedor passa a ser substituído pela redação e apresentação encantadora e completa sobre o produto em sua página de descrição;
  • Organizar o catálogo de produtos, preço e promoções de forma com que o consumidor consiga encontrar o que procura sem precisar do auxílio de um vendedor;
  • Possibilitar a comunicação do consumidor por voz ou texto quando tiver suas últimas dúvidas ou quiser negociar preço e condições;
  • Organizar todo o conteúdo institucional ou legal da loja. Exemplo: Quem somos, contatos, política de devolução, garantias, selos, etc;
  • Facilitar a criação das páginas com as promoções feitas pela loja, realizando assim a estratégia de criação e compartilhamento de conteúdo voltado para um público-alvo específico, para conquistar a permissão de se comunicar com seu potencial cliente de uma forma direta;
  • Controlar os resultados das vendas da sua loja virtual.
  • Controlar o estoque dos produtos disponíveis na loja virtual, permitindo que o produto somente seja solicitado se ainda estiver disponível em estoque;
  • Controlar os pedidos e o envio dos produtos ao cliente;
  • Manter o histórico de compras e de intenção de compras dos clientes;
  • Automatizar o pagamento via cartão de crédito, débito e transferência bancária;
  • Controlar o faturamento por boleto bancário;
  • Informar o cliente sobre o status de seu pedido.

Estas são apenas algumas das funcionalidades que podemos destacar quando falamos sobre plataformas de e-commerce.

E-commerce vantagens e desvantagens

Analisando as vantagens e as desvantagens de uma loja virtual, você vai começar a entender o que significa e-commerce na prática.

Vantagens de um e-commerce

  • Atuar no segmento é mais simples e bem mais barato quando comparado com o investimento que se tem ao montar uma empresa física.
  • Prazo de construção é curto, existem plataformas que já entregam a estrutura montada, com todas as ferramentas prontas para trabalhar e ainda com suporte garantido, restando somente ao empresário à responsabilidade de vender.
  • Redução do custo operacional e aumento da margem de lucro. Com o e-commerce não há necessidade de contração de vendedores, o que facilita bastante para ter uma margem de lucro maior, já que não existe o comissionamento e também dá a liberdade de operar com linhas de descontos bem mais atraentes aos consumidores.
  • Possibilidade de trabalhar com diversos perfis de clientes, já que dá para comercializar um leque de produtos bastante diversificados.
  • Uma das vantagens mais importante é poder disponibilizar seus produtos 24 horas todos os dias.

Desvantagens de um e-commerce

Embora existam muitas vantagens principalmente o baixo custo que o empresário tem ao criar um e-commerce, é importante deixar claro que existem muitas questões que este ramo de atividade ainda tem que resolver, como por exemplo:

  • Convencer que os produtos tem a qualidade esperada pelo cliente.
  • Como vender perfumes, roupas, sapatos se o cliente não tem a percepção do toque, a visão de como ficará vestido com a roupa ou sapato?
  • Alguns itens são de difíceis de vender por meio de uma loja virtual, seja por serem perecíveis ou porque o valor não será capaz de cobrir alguns custos, como os de fretes, por exemplo.
  • Algumas pessoas ainda possuem certa desconfiança ao disponibilizarem dados de pagamentos pela internet.
  • Entrega é outra desvantagem competitiva, os clientes em grande parte gostam de comprar e receber seu produto no momento da compra e por isso são cautelosos na hora de decidir pela compra via loja virtual.

Tipos de e-commerce

Ao falarmos sobre o que é e-commerce, nos vem à cabeça algumas lojas virtuais e pode-se imaginar que nesse ramo não existam outros tipos de segmentos. O que muitos não sabem é a variedade de segmentos existente quando o assunto é o e-commerce. Podemos classifica-lo em 7 segmentos segundo informações do site e-commerce news são eles o B2C, B2B, C2C, P2P, m-Commerce, s-commerce, T-Commerce. Vamos falar um pouco a respeito desses 7 tipos:

  • O que é comercio eletrônico  B2C?(Business to Consumer) é a forma mais conhecida de e-commerce a loja virtual e corresponde a venda de produto por uma empresa para o cliente final.
  • O que é e-commerce B2B? (Business to Business) também e uma plataforma de comércio eletrônico, mas voltada para transações comerciais entre duas empresas com objetivo de revenda.
  • O que é comercio eletrônico C2C?(Consumer to Consumer) este tipo de comércio eletrônico consiste na negociação entre duas pessoas físicas, normalmente estabelecida através de um intermediador, como os sites de leilão de produtos e afins, ex: MercadoLivre e eBay.
  • O que é e-commerce P2P? (Peer to Peer) é o compartilhamento de arquivos digitais entre, sem a necessidade do intermediador. Apesar de ser um tipo de e-commerce, possui baixíssimo retorno financeiro e muitas vezes é associado a pirataria e crimes virtuais.
  • O que é e-commerce m-Commerce? (mobile-commerce) é toda a transação comercial de bens e serviços feita através de dispositivos móveis. Considerado uma evolução do e-commerce, essa nova modalidade de comércio eletrônico é uma oportunidade de conquistar clientes que vivem conectados.
  • O que é e-commerce s-commerce?(Social Commerce, ou Comércio Social) é a integração do e-commerce com as mídias sociais. Um dos objetivos do Social Commerce é permitir que os consumidores compartilhem suas compras on-line, afim de trocar conselhos e conhecimentos sobre os produtos de indivíduos que apresentam preferências de consumo semelhantes, para ajudarem a outros ou a si próprios na tomada de decisão de compra.
  • O que é e-commerce T-Commerce? (comércio televisivo) esta modalidade de comércio eletrônico utiliza TV Digital como meio de venda de produtos. O telespectador pode a qualquer momento do programa na TV comprar o produto que está sendo exibido, seja por débito direto no cartão de crédito ou estabelecendo um contato direto com o vendedor.

Esperamos que este post possa ter esclarecido algumas dúvidas sobre o que é e-commerce, e que possa ter ajudado a quem pretende entrar nesse mundo virtual de compras, a se inteirar sobre o assunto, para depois decidir quais são as necessidades da sua loja virtual e qual plataforma e-commerce pode suprir essas necessidades.

veja também: Quanto custa montar uma loja virtual

Deixei um comentário

Favor digitar seu comentário
Por favor informe seu nome